O Blog

Você vê o meu corpo e pensa que sou eu
Ele não é eu, ele não é meu
É só uma dádiva dada, emprestada
Deus foi quem me deu por breve temporada
É só uma roupagem, densa embalagem
Que não me pertence
Aliás, nada me pertence nesse mundo
Tudo é transitório, tudo é ilusório
Ainda que se pense que o que se vê é pura realidade
Na verdade, o que se está a ver
Não é mais que um lapso
Distorcido da eternidade

Trecho de "Além do Véu de Maya" - Tribo de Jah